Ícone de chat

Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Hora

/ Hora

São Paulo, 23 de Julho de 2020 11:23 hs

Menu de Navegação

Prestação

/ Prestação

Descrição: O mutuário deverá procurar os Postos de Atendimento ou acessar neste site o módulo Serviços ao Mutuário - Consulta a Situação Financeira e Regularização de Débito e emitir segunda via dos boletos de prestação para pagamento na rede bancária, em caso de extravio ou perda ou vencimento do prazo. Aqueles solicitados após o vencimento serão calculados com atualização monetária e juros contratuais. As prestações atrasadas poderão ser agrupadas em um único boleto para pagamento na rede bancária.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

  1. Quem solicita: o mutuário OU seu cônjuge OU co-participante do financiamento OU procurador.
  2. A emissão da segunda via não pode estar bloqueada. O bloqueio é realizado quando há cobrança judicial.

Documentos necessários:

  1. RG – original

a) Do solicitante;

b) Pode ser substituído por: Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com fotografia, Carteira de Identidade Funcional com fotografia.

  1. Qualquer boleto anterior: para confirmar o número da conta do mutuário.
  2. Procuração - original e cópia simples
    1. No caso de o serviço ser solicitado por procurador;
    2.  Pode ser Pública ou Particular;
    3. c) apresentar junto com o RG (original e cópia simples) do procurador. A cópia fica retida;
    4. d) No caso de Procuração Particular, deverá conter a firma reconhecida do mutuário, a indicação do lugar e data onde foi passada, a qualificação do mutuário e do procurador, o objetivo da outorga com a designação e a extensão dos poderes conferidos;
    5. e) Para serviços que envolvem a alteração das condições originais do contrato - como incorporação de débitos ao saldo devedor ou dilatação do prazo de financiamento - deve estar citada expressamente na procuração a finalidade de assinar quaisquer documentos exigidos pela CDHU para o serviço específico;
    6. f) O imóvel deve estar caracterizado na procuração, inclusive com a citação do endereço;
    7. g) A cópia fica retida.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento ou Segunda Via de Boleto

Descrição: A CDHU permite a utilização do FGTS para pagamento de parte da prestação. A validade é de 12 meses, podendo ser renovado no final desse período.

O FGTS pode ser utilizado para abater até 80% do valor da prestação.

Este serviço só está disponível para os empreendimentos averbados - com contratos registrados no Cartório de Registro de Imóveis. Para os casos em que o empreendimento já foi averbado (regularizado) mas o contrato ainda não não foi registrado no Cartório de Registro de Imóveis, procure um posto de atendimento para receber orientações de como proceder.

Taxa: Não há.

Pré-Requisitos:

01 - Quem solicita: o mutuário E/OU co-participante do financiamento titular (es) da(s) conta(s) de FGTS a ser(em) utilizada(s) E/OU o cônjuge.

a) A solicitação através do cônjuge só poderá ser feita desde que sejam casados em regime de comunhão universal de bens ou desde que o casamento tenha ocorrido antes da assinatura do contrato.

02 - Não pode haver prestações em atraso.

a) Se houver, devem ser regularizadas; b) Até três prestações em atraso poderão ser abatidas como o FGTS, incluídas na série de 12.

03 - Comprovar no mínimo 03 anos de tempo de serviço sob o regime do FGTS.

Os tempos de serviço de mais de um emprego podem ser somados.


04 - Os contratos de financiamento "Programa de Subsídio Habitacional - PSH", do sistema de financiamento imobiliário (SFI), concessão onerosa, termo de permissão onerosa, locação social e atendimentos do PAC não podem ter as prestações reduzidas.

05 - Todos os que utilizarão o FGTS deverão estar presentes para assinar o formulário específico. Não é aceita a assinatura do procurador.

Documentos necessários:

01 - RG - original e cópia simples

a) De todos que utilizarão o FGTS;

b) A cópia fica retida.

02 - CPF - original e cópia simples

a) De todos utilizarão o FGTS. A cópia fica retida.

03 - Certidão de casamento - original e cópia simples

a) Quando for utilizar o FGTS do cônjuge do mutuário ou co-participante;

b) Somente se o cônjuge não for co-participante da renda;

c)A cópia fica retida.

04 - Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) - original e cópia simples

a) De todos que utilizarão o FGTS;

b) Cópia da página da foto, da qualificação civil, do registro de trabalho da empresa e da página da opção do FGTS. As cópias ficam retidas.

05 - Boleto de prestação – original

Para verificar o número da conta.

06 - Extrato Analítico do FGTS - cópia simples

a) De todos que utilizarão o FGTS;

b) Deve estar atualizado;

c) Emitido pelas agências da Caixa Econômica Federal.

d) A cópia fica retida.

07 - Comprovante de renda - original e cópia simples

a) De todos os participantes da renda e de todos que utilizarão o FGTS;

b) A cópia fica retida.

08 - Termo de rescisão contratual - original e cópia simples

a) Dos participantes da renda desempregados e dos componentes desempregados que utilizarão o FGTS;

b) A cópia fica retida.

09 - Declaração de desemprego – original

a) Preenchida e assinada;

b) Dos participantes da renda desempregados e dos componentes desempregados que utilizarão o FGTS;

c) Modelo fornecido no posto de atendimento;

d) O original fica retido.

10 - Declaração de IRRF ou isento, referente a data de concessão do FGTS.

a) Cópia simples. A cópia ficará retida.

11 - Contrato de financiamento.

a) Cópia simples. A cópia ficará retida.

12 - Certidão do Cartório de Registro de Imóveis (CRI) competente - cópia simples

a) Somente para os casos de condomínios residenciais averbados (regularizados junto à prefeitura);

b) A cópia ficará retida.

Observação: A informação se o conjunto está regularizado será obtida nos Postos de Atendimento.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

Descrição: A CDHU regulariza pagamentos realizados indevidamente.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

01 - Quem solicita: o mutuário OU seu cônjuge OU co-participante do financiamento OU procurador.
02 - Ter pago a prestação indevidamente em uma das duas situações: trocada ou duplicada.

Documentos necessários:

01 - RG – original

a) Do solicitante;

b) Pode ser substituído por: Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com fotografia, Carteira de Identidade Funcional com fotografia.

02 - Boleto de prestação – original

Para verificar o número da conta.

03 - Procuração - original e cópia simples

a) No caso de o serviço ser solicitado por procurador;

b) Pode ser Pública ou Particular;

c) apresentar junto com o RG (original e cópia simples) do procurador. A cópia fica retida;

d) No caso de Procuração Particular, deverá conter a firma reconhecida do mutuário, a indicação do lugar e data onde foi passada, a qualificação do mutuário e do procurador, o objetivo da outorga com a designação e a extensão dos poderes conferidos;

e) Para serviços que envolvem a alteração das condições originais do contrato - como incorporação de débitos ao saldo devedor ou dilatação do prazo de financiamento - deve estar citada expressamente na procuração a finalidade de assinar quaisquer documentos exigidos pela CDHU para o serviço específico;

f) O imóvel deve estar caracterizado na procuração, inclusive com a citação do endereço.

g) A cópia fica retida.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

SP autoriza novas 624 moradias e urbanização de bairro em Guarulhos

24/06/2022

SP autoriza novas 624 moradias e urbanização de bairro em Guarulhos

Serão investidos R$ 160,1 milhões na construção de apartamentos, obras de infraestrutura e ações de regularização fundiária na segunda etapa do projeto Pimentas; cidade ganha Viver Melhor Leia mais

Programa Viver Melhor beneficia milhares de famílias com recuperação de moradias e avança para o interior e litoral do Estado 

20/06/2022

Programa Viver Melhor beneficia milhares de famílias com recuperação de moradias e avança para o interior e litoral do Estado 

Com investimento de R$ 350 milhões, na primeira etapa, o programa vai reformar 17,5 mil domicílios de famílias com renda de até cinco salários mínimos  Leia mais

Secretaria de Estado da Habitação implanta  Viver Melhor em Paraisópolis e reforma 880 casas

20/06/2022

Secretaria de Estado da Habitação implanta  Viver Melhor em Paraisópolis e reforma 880 casas

Programa criado nesta gestão recupera interna e externamente domicílios inadequados situados em assentamentos precários sem custos para as famílias Leia mais

Governo de SP implanta Viver Melhor em Osasco

20/06/2022

Governo de SP implanta Viver Melhor em Osasco

Programa da Secretaria de Estado da Habitação vai reformar 600 domicílios considerados inadequados situados no núcleo AE, Jardim Veloso Leia mais

Governo SP visita obras do Programa Viver Melhor em Santo André

20/06/2022

Governo SP visita obras do Programa Viver Melhor em Santo André

Localizados em assentamento precário no bairro AABB, os domicílios estão sendo recuperados sem custos para as famílias beneficiadas; neste sábado 103 casas foram entregues reformadas Leia mais

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store

Governo do Estado de SP
Entrar