Ícone de chat

Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

Voltar Listagem Notícias
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação

16/11/2022 Quarta-feira 11:00hs

CDHU entrega 59 casas em Guarantã e Pongaí

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) entregou nesta sexta-feira, 11 de novembro, mais 59 casas para famílias de baixa renda nos municípios de Guarantã e Pongaí, na Região Administrativa de Bauru. O presidente da CDHU, Silvio Vasconcelos, participou dos dois eventos.

Na cidade de Guarantã,  29 famílias receberam as chaves das novas casas do Residencial Santo Expedito, na rua Beraldo Arruda, n° 492-384. O evento realizado nesta manhã marcou a terceira  fase da entrega do empreendimento que terá no total, 107 unidades. O investimento no conjunto todo é da ordem de RS 13,9 milhões.


A dona de casa Katelyn Constantino, pretende mudar para a casa nova já neste final de semana. Ela mora com o marido, Lucas e duas crianças na casa dos pais dele. “Graças a Deus temos nosso cantinho sem precisar fazer dívida”, disse Katelyn.

“Para nós da CDHU é muito gratificante compartilhar este momento de conquista. A entrega das chaves é a materialização de tudo. É quando vemos o papel que o programa habitacional tem na vida das pessoas” disse Silvio Vasconcellos.

No período da tarde, a CDHU entregou as 30 casas do conjunto habitacional Francisco Henrique, em Pongaí. O empreendimento, na Rua Simão Francisco Alves, no Jardim Amélia,  contou com investimentos de RS 4,2 milhões.

Maria da Assunção Oliveira, 50 anos é diarista há 35 anos.  Ela rompeu a fita de inauguração da primeira casa entregue em Pongaí. “Vou morar aqui com meu filho de oito anos, meu tesouro”, disse. 

O Conjunto Habitacional Francisco Henrique com as 30 casas começou a ser construído em fevereiro deste ano. As casas têm dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e lavanderia, distribuídos em 47,87 m2 de área útil. As unidades contam com piso cerâmico, azulejo no banheiro, na cozinha e na área de serviço, laje, cobertura em estrutura metálica e sistema de geração de energia solar fotovoltaica.

O financiamento dos imóveis seguirá as novas diretrizes da Política Habitacional do Estado de São Paulo, que preveem juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. Assim, as famílias pagarão praticamente o mesmo valor ao longo dos trinta anos de contrato, que sofrerá apenas a correção monetária calculada pelo IPCA, o índice oficial do IBGE. O valor das parcelas é calculado levando-se em conta a renda das famílias, que podem comprometer, no máximo, 20% dos rendimentos mensais com as prestações.

Todas as famílias que receberam as casas na data de hoje têm renda de até cinco salários mínimos.

Fonte: Superintendência de Comunicação Social
 

Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store

Entrar