Menu de Navegação

Apresentação

/ Apresentação

A população de baixa renda tem o direito à moradia de boa qualidade e durabilidade compatível com os financiamentos e, essa moradia, deve atender a necessidade de expansão da família moradora. Em empreendimentos habitacionais, implantados em todo o Estado, devem incorporar pela técnica construtiva as características dos diferentes climas, topografias e culturas regionais.

Para atender a esses objetivos o Governo do Estado de São Paulo instituiu o Programa QUALIHAB.

O QUALIHAB - Programa da Qualidade da Construção Habitacional do Estado de São Paulo - foi instituído pelo Decreto N.º 41.337, de 25 de novembro de 1996, para garantir um trabalho de melhoria continua ao atendimento a essas condições.

O Programa está estruturado por uma Coordenação Geral e uma Secretaria Executiva, que coordenam três comitês; o Comitê de Projetos e Obras que congrega as entidades representativas das empresas de construção e projetos; o Comitê de Materiais, Componentes e Sistemas Construtivos que congrega as entidades dos produtores de insumos para as obras e, de sistemas construtivos; e, o Comitê Interno, encarregado de implantar um sistema de Gestão da Qualidade na CDHU.

Utilizando o seu poder de compra junto ao mercado da Construção Civil a CDHU, através do Programa QUALIHAB, vem induzindo os segmentos do meio produtivo a estabelecerem, com a empresa, Acordos Setoriais que visam o desenvolvimento de programa da qualidade para cada um dos setores representados.

Garantir a qualidade das habitações construídas pelo Estado é o compromisso central do QUALIHAB, dentro do princípio de que a população de baixa renda tem o direito a moradia de boa qualidade, durável e ampliável, para atender a necessidade de crescimento da família.

Quarenta e uma entidades já aderiram e assinaram os acordos. Entre elas estão as que representam os setores do cimento, cal, tubos e conexões de PVC, esquadrias metálicas, blocos de concreto, blocos e telhas de cerâmica, para citar apenas os produtos de maior incidência nas obras da Companhia, e diversas entidades de Engenharia e Arquitetura, para desenvolver programas nos campos de Geotecnia, Fundações, Topografia, Construção Civil e outros.

Isso significa que a qualidade do produto final da CDHU, a moradia popular, estará garantida em todas as fases. Desde a concepção até a execução. Da prancheta ao canteiro de obras. Das fundações à cobertura. Das alvenarias aos revestimentos.

Outro dado importante para o processo: a CDHU está exigindo em seus editais de licitações que as empresas, cujos setores já possuam acordos setoriais da qualidade, obedeçam aos programas setoriais e as normas técnicas e comprovem sua qualificação, como condição para participar das suas obras habitacionais.

O modelo desenvolvido em São Paulo está sendo adotado por outros Estados, e também pela Secretaria do Planejamento do Governo Federal, através do PBQPH - Programas Brasileiros de Qualidade e Produtividade - Habitat. e a Caixa Econômica Federal, inspirada no programa, decidiu exigir, nos financiamentos habitacionais, certificação da qualidade às empresas construtoras, medida que entrou em vigor em julho de 2001.

Principais Atalhos

Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

Estatal paulista abre inscrições para sorteio de 103 casas do Programa Nossa Casa em Agudos  

22/01/2020

Estatal paulista abre inscrições para sorteio de 103 casas do Programa Nossa Casa em Agudos  

Os interessados devem realizar sua inscrição por meio de aplicativo de celular ou site da CDHU Leia mais

Habitação abre inscrições para sorteio de 217 casas do Programa Nossa Casa na região de Sorocaba 

22/01/2020

Habitação abre inscrições para sorteio de 217 casas do Programa Nossa Casa na região de Sorocaba 

Novos empreendimentos serão construídos em Areiopolis, Pratania e Itatinga Leia mais

CDHU abre inscrições para sorteio de 461 casas do Programa Nossa Casa na região de Campinas

22/01/2020

CDHU abre inscrições para sorteio de 461 casas do Programa Nossa Casa na região de Campinas

Os empreendimentos serão construídos nas cidades de Amparo (186 unidades), Casa Branca (189), Charqueada (40) e Corumbataí (46). Leia mais

58 casas da CDHU são entregues em Tarumã

18/01/2020

58 casas da CDHU são entregues em Tarumã

Conjunto habitacional recebeu investimentos de R$ 6,6 milhões Leia mais

CDHU entrega 58 moradias da CDHU em Tarumã

16/01/2020

CDHU entrega 58 moradias da CDHU em Tarumã

O investimento da CDHU na construção das moradias foi de R$ 6,6 milhões. Leia mais

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store