Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

Voltar Listagem Notícias
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação

14/11/2019 Quinta-feira 14:16hs

CDHU é destaque no ranking de construção civil do Anuário da Revista Época Negócios

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) foi reconhecida como a 4º melhor empresa do Brasil no setor de construção civil pelo anuário Época Negócios 360º, que elege as melhores empresas do país. A CDHU conquistou também a expressiva 2º colocação nas dimensões Desempenho Financeiro e Sustentabilidade.

O ranking é elaborado pela Revista Época Negócios em parceria com a Fundação Dom Cabral, que avaliam as maiores empresas do país em 27 setores de economia, sendo cada setor avaliado em seis dimensões: desempenho financeiro, governança corporativa, inovação, pessoas, sustentabilidade e visão de futuro.

Em 2019, a CDHU também obteve boas colocações em outras categorias, na construção civil. Ficou em 7º lugar em "Visão de Futuro", 7º em "Inovação", 11º em "Governança Corporativa" e em 12º na categoria "Pessoas".

A avaliação é feita com base em formulários preenchidos pelas empresas, que foram selecionadas pela receita líquida. No ranking das 300 melhores empresas do Brasil, a Companhia está em 112º lugar.

Um dos maiores agentes promotores de moradia popular no Brasil, a CDHU investe no aprimoramento de seus produtos e busca novas opções construtivas e tecnológicas, visando à sustentabilidade e à acessibilidade nas propostas urbanísticas e arquitetônicas.

A Companhia já construiu e entregou mais de 530 mil unidades habitacionais no estado de São Paulo, onde moram mais de 2 milhões de pessoas. Atualmente, possui uma carteira de mutuários com 314 mil contratos ativos. É a empresa brasileira que mais atende o público com renda familiar de um a três salários mínimos, com cerca de 70% dos mutuários nesta faixa.


Desde 2009, a Companhia utiliza em seus projetos o Desenho Universal como padrão de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida. O recurso consiste em adaptações no imóvel para facilitar o uso, não só de pessoas com alguma deficiência física, temporária ou permanente, mas também aquelas com estatura diferenciada, obesidade ou com mobilidade reduzida, como idosos, gestantes e crianças.

A sustentabilidade e a preservação do meio ambiente, aliadas à redução dos custos de consumo e manutenção para os futuros moradores, também são focos da política habitacional. Para tanto, as unidades habitacionais são projetadas com tecnologias que economizam água e energia elétrica.

Os projetos da CDHU contemplam, desde 2009, o sistema de aquecimento solar para água do chuveiro, que economiza em até 30% na conta de luz do morador. Além da instalação em grande escala de aquecedores solares, a individualização de água em prédios, a redução de fluxo de água nas torneiras e vasos sanitários são algumas das medidas adotadas.

Dando continuidade à sua política habitacional voltada para as pessoas e o meio ambiente, a CDHU está implantando também sistemas de energia fotovoltaica nos seus novos empreendimentos e desenvolve projetos pilotos com aproveitamento de água das chuvas e soluções construtivas naturais, como os jardins drenantes, que além de prevenirem enchentes, contribuem com a melhoria da qualidade da água superficial e subterrânea.

Fonte: Superintendência de Comunicação Social

Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store