Ícone de chat

Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

Voltar Listagem Notícias
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação

17/05/2022 Terça-feira 13:15hs

São Paulo autoriza licitação para construção de 796 moradias em Carapicuíba

O Governo de São Paulo liberou nesta segunda-feira, 16, a realização de licitação para construção de dois empreendimentos habitacionais com 796 apartamentos pelo Programa Nossa Casa-Preço Social, da Secretaria de Estado da Habitação, na cidade de Carapicuíba. A liberação aconteceu durante o evento Governo na Área em Barueri, que contou com as participações do secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, e do presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Silvio Vasconcellos.

“É mais uma ação da Secretaria de Estado da Habitação para combater o déficit habitacional, proporcionando moradia de qualidade para a população de baixa renda. Com apoio da iniciativa privada e das prefeituras, estamos auxiliando as famílias com subsídios para que possam adquirir a sonhada casa própria”, afirmou o secretário Amary.

Na modalidade Nossa Casa - Preço Social, as prefeituras fazem a oferta dos terrenos e, por meio de licitação pública, é definida a empresa privada responsável por desenvolver o empreendimento. Parte das unidades habitacionais será destinada a preço social, com valor bem reduzido em relação ao preço normal, para famílias com renda de até três salários mínimos, com cotas específicas para residentes em áreas de risco e famílias que recebam auxílio aluguel municipal. O restante das moradias será comercializado pela empresa a preço de mercado.

Em ambos os casos – preço social ou de mercado -, as famílias receberão subsídio da Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Agência Casa Paulista, além de contar com financiamento da Caixa Econômica Federal. Para ter direito ao subsídio estadual, porém, a renda familiar não poderá ultrapassar cinco salários mínimos. 

Os conjuntos habitacionais a serem construídos em Carapicuíba são o Sítio Veloso, com 464 apartamentos, e o Pilar do Sul, com 332 unidades. No total, os empreendimentos receberão aporte de R$ 19,9 milhões em subsídios para ajudar as famílias a quitarem o financiamento.

De acordo com as regras do programa, o beneficiado deverá residir ou trabalhar em Carapicuíba. Sempre que o número de famílias candidatas for superior às unidades sociais disponíveis, a seleção será realizada por meio de sorteios públicos.

Fonte: Superintendência de Comunicação Social
 
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store

Governo do Estado de SP
Entrar