Publicador de Conteúdos e Mídias

Com o início do Trabalho Técnico Social, em 2009, foram feitas reuniões para apresentar o Programa e eleger representantes comunitários - moradores escolhidos pela própria população, ao longo de 41 encontros, realizados setorialmente quadra a quadra nos núcleos.  Esses representantes, na sequência, constituíram o grupo que participou do Curso de Agentes Comunitários de Urbanização, com duração de seis meses, que abordou temas como urbanização e protagonismo comunitário; memória, cidadania e comunicação social; democracia e cidadania; transformação socioambiental;  desenvolvimento local sustentável e autonomia comunitária. 

Tanto a eleição de representantes quanto o Curso de Agentes Comunitários se desenvolveram no intuito de fortalecer a representação e a participação popular e promover o potencial criativo e a capacidade de reflexão sobre as transformações do bairro, criando uma rede de agentes multiplicadores aptos a identificar problemas, propor soluções e envolver toda a população no processo de urbanização - qualificando o debate e instrumentalizando os moradores no diálogo com o poder público.

O Núcleo Operacional de Urbanização (NOU) reuniu os agentes comunitários que se dispunham a participar de encontros semanais, junto às áreas técnicas de Projetos, Obras e Social da CDHU com o objetivo de conhecer, debater e acompanhar os projetos executivos, as obras de urbanização e as formas de apropriação dos novos espaços públicos.

Desde 2010 foram realizadas mais de 500 ações e reuniões do NOU, envolvendo a participação de agentes comunitários de urbanização, lideranças e moradores para discutir a definição de remoções, proposição de alternativas para infraestrutura viária, de saneamento e drenagem; espaços públicos de esporte, lazer e cultura; recuperação ambiental e paisagismo; áreas institucionais para equipamentos públicos de saúde, educação e cultura.

O Núcleo Operacional de Urbanização (NOU) reuniu os agentes comunitários que se dispunham a participar de encontros semanais, junto às áreas técnicas de Projetos, Obras e Social da CDHU com o objetivo de conhecer, debater e acompanhar os projetos executivos, as obras de urbanização e as formas de apropriação dos novos espaços públicos.

Desde 2010 foram realizadas mais de 500 ações e reuniões do NOU, envolvendo a participação de agentes comunitários de urbanização, lideranças e moradores para discutir a definição de remoções, proposição de alternativas para infraestrutura viária, de saneamento e drenagem; espaços públicos de esporte, lazer e cultura; recuperação ambiental e paisagismo; áreas institucionais para equipamentos públicos de saúde, educação e cultura.