Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

Voltar Listagem Notícias
Crédito: Divulgação CDHU/Habitação

11/02/2020 Terça-feira 15:33hs

Mais de 36,3 mil mutuários regularizam suas dívidas com a CDHU e inadimplência cai 

A campanha de regularização de débitos financeiros em atraso, lançada pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), órgão vinculado à Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo, beneficiou 36.372 mutuários que renegociaram em condições favoráveis suas pendências ou quitaram definitivamente as dívidas que mantinham com a companhia. Essa iniciativa propiciou uma redução de 3,51 pontos percentuais no índice de inadimplência da CDHU, que atualmente atinge uma taxa 17,99% dos 313.404 contratos ativos no Estado de São Paulo. 

Segundo o balanço final da campanha batizada de "CDHU em Dia", encerrada em janeiro, 28.353 mutuários fizeram um acordo a empresa. Isso representou R$ 162,66 milhões em dívidas renegociadas. Outros 8.019 contratos tiveram suas pendências financeiras liquidadas, permitindo a arrecadação de mais R$ 10,52 milhões. Assim, todos esses mutuários passaram a ter a situação regularizada nos órgãos de proteção ao crédito. 

"Além de ser uma oportunidade para os mutuários regularizarem suas pendências com a CDHU, essa campanha permitiu a recuperação de valores que serão reinvestidos pelo governo do Estado na construção de mais moradias populares", explicou o presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino. 

Quem estava feliz dentro de seu apartamento da CDHU no bairro da Brasilândia, na Capital, era a mutuaria aposentada Irene Custódio da Silva, 61 anos. Inadimplente há um ano e meio, acumulava uma dívida de R$ 5 mil. Irene, que mora com a filha e a neta, contou que em 2008 ficou doente, teve que deixar o seu emprego e passou a viver de trabalhos esporádicos. "Não conseguia mais pagar as prestações e a dívida foi aumentando. Decidi procurar a CDHU para fazer a renegociação do meu débito. Fui muito bem atendida e sai de lá com um excelente acordo e com uma prestação que agora cabe no meu salário de aposentada", explicou. Pelo acordo realizado, Irene vai quitar sua dívida em sete anos, pagando uma prestação mensal de R$197,00, que já inclui as parcelas do financiamento do imóvel. 

Recorde 

A CDHU arrecadou em 2019 um total de R$ 774.018.604,00, maior montante histórico já obtido pela companhia, proveniente de ações de saneamento da carteira de contratos. A campanha "CDHU em Dia" ofereceu facilidades e condições especiais para renegociação de débitos do financiamento habitacional. Dentre as condições oferecidas para facilitar o acordo estavam a isenção de juro e mora para quem quitar integralmente a dívida, isenção de entrada para quem deve até 11 prestações e ainda não fez acordo com a CDHU, pagamento de entrada no valor de apenas uma parcela para quem já tem acordo anterior, e até descontos de 5% e 10% do valor total do débito para aqueles com dívida a partir de 12 e com mais de 36 prestações em atraso, respectivamente. Mesmo com a campanha encerrada, os mutuários podem procurar a CDHU para regularizar suas pendências financeiras de acordo com as condições oferecidas normalmente pela companhia.

Fonte: Superintendência de Comunicação Social
 

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store

Entrar